O que é e como funciona o impostômetro?

Como você já deve saber, o cidadão brasileiro precisa cumprir anualmente com diversos impostos que garantem o funcionamento dos órgãos públicos e, na teoria, a manutenção dos serviços para a população. Sendo assim, podemos afirmar que os impostos são importantes, além de serem obrigatórios.

Por isso, é importante saber onde nós estamos contribuindo e de que forma verba arrecada é utilizada. A criação de recursos como o impostômetro é capaz de garantir essa informações ao brasileiro. Saiba do que se trata a seguir:

O que é o impostrometro?

Existem diferentes impostos que são cobrados anualmente dos brasileiros e eles são divididos em categorias de acordo com a sua função. Essas taxas são obrigatórias e em alguns casos, o contribuinte que deixa de cumprir com um dos valores pode acabar saindo bastante prejudicado com juros e multas.

Para quem possui um carro no Brasil, será cobrado em breve o IPVA 2020referente ao Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Enquanto isso, para quem possui um imóvel, o imposto em questão é o  Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Teremos ainda, um valor referente as tributações de cada contribuinte, em que é necessário declarar os valores anuais. Este valor é de responsabilidade do Imposto de Renda.

Todos os valores mencionados são obrigatórios, mas como seria possível ter o controle dos números? É neste ponto que o impostrômetro funciona, sendo capaz de registrar um total de impostos pagos pelos brasileiros.

Como o recurso funciona?

O principal objetivo do impostômetro é fazer um cálculo geral das contribuições arrecadadas, somando todas as taxas que são cobradas do nosso bolso. Nem todo mundo conhece a possibilidade de acessar esse recurso e por isso, o total arrecadado pelo Governo anualmente não é de conhecimento geral.

Os órgãos responsáveis pela cobrança desses valores, como a Receita Federal com o Imposto de Renda, precisam enviar para o sistema do impostrometro os dados de arrecadação do imposto.

O valor registrado é sempre uma projeção,  baseada na especulação de recebimento dos impostos em questão. A margem de erro é corrigida posteriormente. Vale mencionar ainda que todos os anos, no dia 1° de janeiro, este painel que registra os impostos é zerado para registrar os dados do próximo ano.

O recurso do impostômetro é fundamental para que nós brasileiros possamos cobrar assistência e serviços por parte dos órgãos devidamente responsáveis, e pode ser visualizado por qualquer pessoa acessando a plataforma oficial do impostômetro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *